Bem-vindo!

Blog Damásio

Compartilhar

3 Técnicas De Memorização Para Concurso

Passar em concursos públicos é um desafio e tanto. Por isso, é importante se planejar antecipadamente e focar nos estudos. Um dos auxílios que você pode ter nesse momento é utilizar técnicas de memorização que ajudam na hora de realizar a prova. 

Saiba mais sobre o assunto neste artigo, confira alguns exemplos e boa sorte!

O que são técnicas de memorização?

Sabemos que o mais importante ao estudar algum assunto é entender sobre ele. Porém, há alguns pontos e detalhes que você precisa memorizar para conseguir passar nos testes de concursos públicos.

A memorização nada mais é do que aprender pela repetição. Isso porque a memória é a capacidade de adquirir, armazenar e recuperar informações que você recebeu durante toda a sua vida. 

Ao trabalhar melhor ela, você terá uma capacidade de fixação maior. Sendo assim, ao usar essas técnicas, é possível lembrar melhor das matérias.

As técnicas são exercícios que ajudam sua memória a trabalhar de forma mais assertiva, conseguindo decorar conceitos para serem aplicados posteriormente.

Conheça agora algumas técnicas de memorização para concursos públicos

Separamos três técnicas de memorização para você mandar muito bem nos certames. Veja: 

1. Use desenhos e cores

Nossa memória visual e espacial faz parte da maior parcela de nosso aprendizado. Usando desenhos, símbolos e cores diferentes na hora dos estudos, a sua assimilação será mais fácil. Separe temas específicos por cores, atribua símbolos e use esquemas e infográficos para estruturar seus resumos. 

2. Palácio da memória

A técnica de memorização do Palácio da Memória é bastante conhecida e era usada por pessoas da Grécia Antiga. Ela consiste em visualizar e criar um ambiente em sua imaginação no caso, um palácio, mas pode ser uma casa ou um restaurante, por exemplo e atribuir associações de temas estudados a cada cômodo ou móvel do lugar. 

Reforce essa tática com as cores e símbolos e crie uma narração para facilitar. É importante que essa “historinha” que criou percorra todo o ambiente.

Um pequeno exemplo simples: se precisar decorar elementos da tabela periódica, atribua que o Sódio (Na) ficará na pia da cozinha e o Potássio (K), sentado à mesa. 

3. Faça revisões espaçadas

As revisões são de extrema importância na hora dos estudos. Segundo Hermann Ebbinghaus, autor e desenvolvedor de testes de inteligência, revisar o conteúdo evita que ele caia na curva do esquecimento. 

A dica é começar a revisão no mesmo dia em que a matéria foi estudada. Depois, a próxima será feita entre três a sete dias. A terceira, daqui duas semanas, e mais uma depois de um mês.

Gostou das técnicas? Coloque-as já em prática e melhore seu rendimento nos concursos públicos! Veja mais conteúdos e dicas na área de notícias do Damásio Educacional.

Gostaria de saber mais sobre nossos cursos?

Li e Aceito a Política de Privacidade